Proctologia: Exames, Instrumentos e Mais!

A proctologia, também conhecida como coloproctologia, é uma área da medicina que cuida da saúde do intestino grosso, reto e do ânus. A história da disciplina é milenar, datando de 4.000 a.C. com origens no Egito Antigo. Há relatos históricos de profissionais chamados de “Guardião do ânus do Faraó” e o trabalho desses curandeiros e médicos era cuidar da saúde do reto do Imperador egípcio.

A primeira publicação que fala sobre proctologia vem, no entanto, da Inglaterra. Mais precisamente pelas mãos e autoria do médico inglês John Arderne no século XIV. Muitos estudiosos e historiadores da medicina consideram John o “pai da proctologia”. De lá para cá, a coloproctologia cresceu muito como disciplina e, como toda área da saúde, se especializou. No Brasil, o número de proctologistas hoje chega a 2.164.

Hoje iremos entender melhor o que é a disciplina, em especial que instrumentos são utilizados no dia a dia de um profissional proctologista. Confira um guia completo sobre a área!

O que é a Proctologia?

A proctologia é, como mencionamos, a área da saúde responsável pela região do ânus, reto e intestino grosso. A disciplina estuda o funcionamento desta parte do organismo e também suas patologias e condições.

Este recorte do corpo humano faz parte de uma mesma estrutura, sendo o reto a parte que liga o intestino grosso ao ânus.

Por estarem bem próximas, no geral uma patologia que atinge uma dessas 3 partes acaba influenciando todas as outras, e claro, o corpo humano de forma geral. O proctologista atinge toda condição que pode impactar essas 3 partes do corpo. Sejam lesões, inflamações, infecções, patologias congênitas, entre outros.

Qual a formação do proctologista?

Para se tornar médico proctologista a caminhada é bem longa. É necessário primeiro se formar em medicina, realizar uma especialização em cirurgia geral e só depois ingressar na especialização em proctologista.

Ambas as especializações duram no mínimo 2 anos e, considerando que uma faculdade de medicina dura em média 6 anos, são necessários quase 10 para se tornar um médico proctologista.

Quando procurar um proctologista?

O proctologista não é um médico de rotina da maioria das pessoas. No entanto, há o momento certo de procurar um médico especialista na área. Entre os sinais mais clássicos de que você precisa de um proctologista estão:

  • Desconforto na área do intestino;
  • Aparição de hemorroidas;
  • Dificuldade para evacuar crônica;
  • Sangue nas fezes;
  • Sangramento no ânus;
  • Diarreia persistente que já dura mais de 3 semanas;
  • Cólicas e dores fortes no abdômen;
  • Histórico familiar de câncer no reto.

Em certos casos, como quando o indivíduo apresenta hemorroidas ou histórico de câncer retal em sua família, consultar o proctologista se torna rotina e é necessário realizar exames periódicos. Mas quando não se tem o costume de consultar um especialista em proctologia, os casos que mencionamos acima são ótimas oportunidades.

Diferença de um proctologista para um gastroenterologista

O gastroenterologista é um profissional que cuida de todo aparelho digestivo, o que inclui o intestino, o resto e ânus. Qual seria sua diferença para um proctologista?

A principal diferença entre o proctologista e o gastroenterologista é o enfoque das duas disciplinas. Enquanto o gastro cuida de todo o sistema digestivo, o coloproctologista se mantém apenas no fim do aparelho, analisando intestino grosso, reto e ânus.

Isso faz do coloproctologista mais indicado para doenças relativas a essa extensão do corpo humano, embora o gastro tenha também competência necessária, mas não tão específica, para tratar e analisar patologias do intestino. Mas por esses motivos que no geral é recomendado que caso sofra com males nesta área seja procurado um proctologista.

Como funciona a consulta com um proctologista?

O proctologista analisa, em especial, a região do ânus. Ao realizar uma consulta com o profissional, o paciente se deita em uma posição que favorece a visualização do médico.

A posição é geralmente deitada de lado com os joelhos apoiados em uma maca. O médico analisa o ânus, primeiro de modo apenas visual, e depois começa o chamado exame de toque, onde introduz o dedo no ânus do paciente procurando por mudanças e alterações.

Exame proctológico: o que é?

Como todo profissional, o proctologista realiza uma série de exames no paciente procurando por possíveis alterações, sintomas e sinais de patologias.

Esses sintomas são notados pelo toque, de forma visual ou até mesmo por movimentos mecânicos, onde o profissional pede que o paciente se mova de determinadas maneiras para fazer um diagnóstico.

Para que servem os exames?

Esses exames servem para tirar a limpo toda e qualquer suspeita médica a respeito da saúde intestinal do paciente, e também como rotina para identificar doenças silenciosas como o câncer. Certos exames também analisam o quão avançada está a patologia.

Preparativos necessários para os exames

Os exames utilizados por profissionais proctologistas utilizam lubrificantes e pomadas anestésicas. Em muitos casos o ânus do paciente já está comprometido e dolorido, o que necessita de ainda mais cuidado para o profissional proctologista.

Como são feitos os exames proctológicos?

O exame de toque retal, o principal exame dos proctologistas, é realizado com o paciente deitado em uma maca com os joelhos apoiados em uma posição lateral.

Com o paciente confortável e após aplicar o lubrificante e o creme anestésico, o médico começa a introduzir o dedo e investiga a condição do ânus e do intestino do paciente. Existem ainda outros exames como:

  • Anuscopia: identifica hemorroidas;
  • Colonoscopia;
  • Retossigmoidoscopia rígida;
  • Inspeção perianal.

Todos esses exames podem ser realizados pelo proctologista, que avalia a condição do paciente e a melhor maneira de fazer o diagnóstico da patologia.

É necessário algum tipo de sedação para realização dos exames?

O único exame que precisa de sedação para ser realizado é a colonoscopia e não só a sedação como também a lavagem intestinal do paciente.

Quem deve fazer um exame proctológico?

Os exames proctológicos devem ser feitos por aqueles que procuram o coloproctologista, caso o médico ache por bem realizar o exame.

Mas há uma recomendação de realizar o exame de toque de maneira preventiva para toda pessoa com mais de 50 anos.

Com que frequência é necessário fazer esse tipo de exame?

Como comentamos, os exames são recomendados a toda pessoa acima de 50 anos. Após essa idade, a recomendação é que o exame se repita todo ano.

Já para pacientes com histórico de câncer intestinal na família, a recomendação é que seja feito um exame todo ano a partir dos 40.

O que os exames proctológicos podem detectar?

proctologia-imagem-01-Endocommerce

Os exames proctológicos são essenciais para a saúde, pois detectam inúmeras doenças que podem ser fatais em qualquer idade, mas em especial aos mais velhos. Entre essas patologias podemos citar:

  • Câncer do colo retal: lembrando que segundo estudo o diagnóstico precoce deste tipo de câncer melhora as condições e chances de recuperação do paciente;
  • Doença de Crohn: inflamação intestinal crônica que se manifesta no sistema digestivo;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Hemorroidas;
  • Lesões;
  • Tumores;
  • Fissuras.

Tudo isso pode e será detectado pelo proctologista e será de grande auxílio caso essas patologias e condições sejam descobertas o quanto antes.

Exames solicitados por um proctologista

Vamos conhecer mais a fundo os exames proctológicos que podem detectar as patologias que mencionamos acima. Confira os principais e como o exame é realizado.

Anuscopia

O exame de anuscopia é realizado com um instrumento chamado anuscópio, que é inserido no reto do paciente. Esse instrumento pode ser utilizado com uma luz, para a visualização, ou com uma câmera.

Colonoscopia

A colonoscopia também é um exame realizado por um instrumento com uma câmera em sua extremidade. Ele é inserido no ânus do paciente e utilizado para verificar o interior do intestino grosso ou até delgado.

Manometria anorretal

O exame é realizado por uma sonda inserida no reto do paciente. Acontece que, diferente dos outros instrumentos com câmeras, a sonda da manometria tem um sensor que mede os estímulos e movimentos do esfíncter retal.

Defecografia

Este é um dos exames mais complexos a serem administrados pelo proctologista. Nele, o paciente toma um elemento chamado contraste que permite uma captação de máquinas de ressonância. Após isso, é observada a forma como o bolo fecal é produzido no intestino e depois evacuado.

Instrumentos usados na Proctologia

A proctologia é uma disciplina muito ligada a processos cirúrgicos, também se utiliza de diversos instrumentos em seus exames e procedimentos. Vamos conferir alguns instrumentos que são essenciais para o profissional realizar seu trabalho.

Anéis Para Ligadura Elástica

Anéis para ligadura elástica são essenciais para que o proctologista trate pessoas com prolapsos anais ou hemorroidas. Se você é proctologista pode comprar anéis para ligadura elástica na Endocommerce clicando aqui.

Afastador Anal

Instrumento muito utilizado em cirurgias por proctologista já que oferece uma maneira fácil e segura de realizar uma abertura do ânus dos pacientes. Você pode comprar o afastador anal da Endocommerce aqui.

Anuscópio

Instrumento essencial para realizar o exame de anuscopia. Mesmo com o avanço da tecnologia, segue sendo um instrumento muito útil. Você pode comprar o anuscópio descartável aqui ou comprar a versão de metal aqui.

Bisturi de Fístula

Um bisturi de fístula é utilizado para manusear pele e outros tecidos de maneira segura durante a cirurgia.

Pinça

A pinça para grampo é utilizada especialmente para cirurgias ginecológicas e também no reto, muito útil para proctologistas. Você pode comprar a pinça da Endocommerce clicando aqui.

Quais as doenças mais comuns tratadas na Proctologia?

Como toda especialidade médica, a proctologia cuida de diversas patologias relacionadas a sua área de atuação. No caso, intestino grosso, reto e ânus. Vamos conhecer quais são essas patologias.

Hemorroidas

Hemorroidas podem ser internas e externas e consistem em inflamações nas veias do intestino que saltam para fora, formando um caroço muito sensível

Esse caroço pode estar dentro do intestino, ou pode ser externo, gerando uma hemorroida que sai pelo ânus do paciente. São dolorosas e podem até estourar, gerando complicações.

Calcula-se que 50% da população tem ou teve hemorroidas, no entanto, a grande maioria se trata de quadros leves onde a veia dilata e volta ao tamanho normal sozinha, sem causar incômodo algum.

Doença diverticular

A doença diverticular se caracteriza pela inflamação aguda dos chamados divertículos, pequenas bolsas no cólon do intestino. O processo é natural e ocorre com o tempo, aparecendo em especial após os 70 anos. No geral a inflamação é assintomática, por isso é sempre bom ter atenção.

Incontinência anal

A incontinência anal é mais uma doença muita associada a idosos, uma vez que o corpo fragilizado pela idade começa a apresentar esse problema.

A patologia se caracteriza pela incapacidade de segurar as fezes e de controlar a evacuação. Sua principal causa é a idade, mas lesões musculares e traumas de cirurgia também podem ocasionar a condição.

Condilomas e HPV

O condiloma é um tipo de HPV sexualmente transmissível que cria pequenas verrugas ao redor do ânus. Embora o HPV tenha cura, pode acabar evoluindo para um câncer se não for bem tratado.

Pólipos intestinais

Pólipos intestinais são alterações nas células do intestino. No geral são benignos, mas muitos proctologistas optam por remover para evitar complicações uma vez que há uma possibilidade ínfima de evoluir para um câncer.

Prolapso retal

O prolapso retal é a projeção do ânus para fora do seu orifício. No geral é indolor, mas deve ser revertido para que não haja complicações. Costumam aparecer após grande esforço, principalmente para evacuar.

O que é retocolite ulcerativa e quais os tratamentos disponíveis para controlar a inflamação intestinal?

A retocolite ulcerativa é uma inflamação que ataca os intestinos e que causa uma série de complicações como:

  • Sangue nas fezes;
  • Urgência para evacuar;
  • Dores;
  • Diarreia.

A ciência ainda não descobriu uma cura para a retocolite e o papel do proctologista é manter a doença sob controle. O tratamento para controlar a inflamação é feito com corticóides, aminossalicilatos e corticóide intravenoso caso a doença esteja em estágio avançado.

O que é a doença de Crohn e como é tratada?

A doença de Crohn é bastante parecida com a retocolite, muitos especialistas têm dificuldades para diferenciá-las e ambas são doenças inflamatórias que atacam o intestino.

Semelhante à retocolite, a doença de Crohn também não tem cura, apenas controle que é feito por meio dos mesmos corticóides. Mas para esta doença também é indicado antibióticos.

A Proctologia é indicada para tratar dessa doença?

Sim, tanto o proctologista quanto o gastroenterologista são capazes de diagnosticar e tratar a doença de Crohn.

O que é fissura anal e como é tratada?

A fissura anal é o aparecimento de pequenas lesões na parte interna do ânus. Lesões que aparecem geralmente por conta de prisão de ventre e bolo fecal duro e seco.

Aqueles que sofrem com a fissura costumam sentir uma dor intensa para evacuar e tem dificuldade em ir ao banheiro.

Como identificar uma fissura anal?

O diagnóstico da fissura anal é realizada pela inspeção de um profissional e os exames de inspeção anal que citamos feitos pelo proctologista podem encontrá-las.

Quais os sintomas mais comuns de hemorroidas?

As hemorroidas, doenças intestinais muito comuns – como mencionamos, atingem 50% da população – e tem como principais sintomas:

  • Sensação de inchaço no ânus;
  • Dor ao sentar;
  • Dor ao evacuar;
  • Presença de sangue nas fezes e no ânus;
  • Coceira anal;
  • Diarreia crônica.

Uma vez que sentir esses sintomas e desconfiar da hemorroida, procure imediatamente um proctologista.

Tratamento para hemorroidas na Proctologia

O tratamento para hemorroidas irá depender do quadro de hemorroida apresentado pelo paciente. Entre os tratamentos estão:

  • Aplicação de pomada local;
  • Ligadura elástica;
  • Cirurgia.

O proctologista irá escolher qual das 3 vias é a mais adequada para tratar do seu paciente e qual oferece menos riscos com maior taxa de sucesso.

Existe diferença entre um proctologista e um coloproctologista?

No início da profissão, os termos eram sinônimos. Hoje, a diferença é que o coloproctologista além do ânus, intestino grosso e reto também trata do cólon, já o proctologista não costuma apresentar esses conhecimentos.

Proctologia e câncer de próstata: qual a relação?

Muitas pessoas imaginam que há uma ligação entre o proctologista e o câncer de próstata. A razão disso é porque o proctologista também realiza um exame de toque, muito parecido com o que identifica o câncer de próstata, mas não há ligação ou relação, visto que a proctologia é uma disciplina totalmente diferente que não trata da próstata. Agora que você entendeu de modo completo o que é a proctologia, como atuam os proctologistas e as patologias associadas ao final do intestino, pode cuidar melhor da sua saúde e identificar os perigos de certos sintomas. 

Endocommerce

Endocommerce

Compartilhe esse material:
Está com alguma dúvida?
Entre em contato conosco!

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Postagens recentes

Postagens relacionadas