Especialidades médicas: conheça as diferentes áreas e muito mais!

A medicina é uma área tão vasta que é subdividida em diversas categorias, conhecidas como especialidades médicas. Cada uma dessas especialidades são muito técnicas e exigem um grau de profissionalização que as transformam em profissões muito distintas.

Tal qual o corpo humano, as inúmeras áreas da medicina procuram tratar cada porção da complexidade que é o organismo. Pelo grande leque de especialidades existentes, é comum sentir dúvidas sobre o que cada uma delas trata ou, então, quais existem. Por isso, separamos as principais especialidades e suas características – confira!

O que são especialidades médicas?

As formas da medicina se ramificar em diversas áreas são conhecidas como especialidades médicas. O corpo humano e aquilo que o afeta, condições, patologias, e o seu próprio desenvolvimento, é muito complexo. Portanto, seria inviável que um só ser humano pudesse ser um expert em todo esse conhecimento.

Assim, é natural que a disciplina tenha se dividido em várias partes em que cada médico se especializa em um só assunto específico. Porém, não existe, necessariamente, um critério objetivo para que essas especialidades existam. Mas podemos citar que a maioria dos critérios, são:

  • Divisão natural do corpo: Há especialidades que lidam, por exemplo, apenas com os ossos, ouvido, sistema digestivo, entre outros;
  • Patologias: Existem especialidades médicas dedicadas a apenas tratar doenças como os oncologistas, especialistas em tratar tumores e câncer;
  • Órgãos específicos: Certas especialidades cobrem órgãos específicos, como os cardiologistas que cuidam do coração;
  • Grupos de pacientes: Há grupos de pacientes que receberam especialidades médicas específicas, como a pediatria que cuida de crianças.

Esses são exemplos de como as especialidades médicas funcionam e podem ser divididas. Há outros fatores que podem ser utilizados para categorizá-las.

Para que serve um médico especialista?

Como mencionado anteriormente, os médicos especialistas são capacitados a ponto de se aprofundar de maneira completa a respeito de certas áreas do corpo ou tipo de pacientes. Seria inviável que um único profissional conseguisse se aprofundar em todos esses assuntos.

Logo, sempre que um problema é identificado em uma das áreas cobertas por esses profissionais, o paciente deve se consultar com um deles. Apenas com esses especialistas é possível tratar de maneira segura uma patologia ou condição que precisa de uma atenção localizada.

Quando recorrer a um médico especialista?

Quando um indivíduo sofre com uma condição ou patologia, ele deve procurar um médico clínico geral ou um médico generalista (sem especialidade). Estes profissionais ficarão responsáveis por solicitar exames ou orientar o paciente para um profissional especialista.

Em certos casos, encontrar um especialista é mais fácil. Para problemas de pele, por exemplo, espera-se que um dermatologista assuma o caso.

Como encontrar um médico especialista?

Os médicos especialistas são profissionais como os clínicos gerais. Para encontrá-los há pelo menos duas maneiras:

  • Pelo sistema público de saúde, o SUS;
  • Em consultórios particulares.

Pelo sistema público, o indivíduo deve passar pelos postos de saúde ou por um atendimento público. Já para contratar um especialista privado, basta se dirigir até seu consultório.

O que é uma subespecialidade médica?

As próprias especialidades são categorias de medicina, porém há possibilidade de dividi-las mais uma vez. Conforme o médico estudante realiza sua graduação em sua especialidade, é normal que ele identifique afinidade com certas áreas e processos específicos. São essas áreas que formam o que é chamado de subespecialidade.

Por exemplo, um médico especialista em cirurgias pode ter como subespecialidade cirurgias do trato digestivo.

Tipos de subespecialidade médica

Os tipos de subespecialidade médica não diferem das especialidades. São apenas categorias ainda mais específicas.

Excetuando casos específicos, a maioria dos médicos especialistas dominam sua área de maneira abrangente, fazendo da subespecialidade um conhecimento técnico que não cria um abismo de diferença. Claro, considerando que os médicos são experts em sua especialidade.

Como escolher uma especialidade médica?

A maioria das especialidades médicas são escolhidas com base nas tendências naturais do estudante de medicina.

Claro, há aqueles estudantes que partem de uma família com uma carreira já consolidada em uma especialidade médica, facilitando tanto no trabalho quanto nos estudos. Existem também os que consideram o fator demográfico e consideram as necessidades da população local para seguir uma especialidade, um esforço nobre.

Mas tudo depende das motivações e condições internas e afinidades do estudante, e do que ele gostaria de fazer para o resto de sua vida.

Quais as vantagens de escolher uma especialidade médica?

O médico especialista tem certas vantagens em relação a outros profissionais sem especialização. Ele tem mais oportunidades de trabalho, uma vez que certas especialidades são bastante requisitadas. Até mesmo pelo baixo número de profissionais que seguiram aquele caminho.

Podemos também pontuar que são médicos respeitados em suas áreas específicas, outro fator muito apreciado pelo público e hospitais.

Como as especialidades médicas ajudam a fornecer melhores cuidados aos pacientes?

Certas condições e patologias só podem ser tratadas por profissionais especialistas. E embora a subespecialidade, como comentamos, pode não ser um diferencial muito grande em determinados casos, ela é primordial para certas condições e também impacta no tratamento dos pacientes.

O especialista consegue realizar o diagnóstico correto, com mais exatidão, de maneira mais prática e ainda realiza o tratamento adequado, tudo isso com um conhecimento muito mais profundo de tudo o que se passa com o paciente.

Quais especialidades médicas existem?

O número de especialidades médicas é enorme e diversas. Por isso, existem aquelas que mais se destacam. Portanto, conheça algumas:

Cardiologia

O médico cardiologista é responsável por realizar diagnósticos e tratar de patologias relacionadas ao coração, sistema cardiovascular e a própria circulação sanguínea.

Somente o especialista cardiologista pode identificar certas patologias, realizar o diagnóstico e ler exames específicos, e também começar o tratamento dessas condições.

Endocrinologia

O especialista endocrinologista é responsável por tratar de glândulas do corpo que produzem hormônios. Os hormônios são essenciais para o corpo humano, atuam em nosso crescimento e alteram o metabolismo.

Somente o endocrinologista consegue analisar essas alterações, identificar as possíveis causas e iniciar o tratamento correto.

Neurologia

A neurologia lida com uma das partes mais essenciais do corpo humano: o cérebro, a medula espinhal e o sistema nervoso corporal.

Os problemas relacionados à neurologia são bem variados. Podem ir desde coisas simples como enxaquecas e tonturas, até perda de memória, confusão e problemas de sono.

Oncologia

Esta é uma daquelas especialidades médicas que se dividem de acordo com uma patologia. No caso da oncologia, as questões tratadas são o câncer e os tumores.

Na verdade, a oncologia vai além do tratamento apenas. Profissionais oncologistas estudam com afinco a doença, que ainda não tem uma cura para todos os tipos de tumores, e também são necessários para realizar seu diagnóstico.

Pediatria

Outra especialidade médica bastante distinta é a pediatria, que lida com um grupo de pacientes, crianças e adolescentes.

O desenvolvimento humano varia bastante conforme a idade. O organismo se comporta e se transforma de maneira diferente para cada momento de nossa vida. E no caso da fase de crescimento infantil esse desenvolvimento é ainda mais relevante.

Por isso, os profissionais pediatras se dedicam a tratar das crianças e orientar as famílias para lidarem com os desafios de manter os pequenos saudáveis.

Psiquiatria

A psiquiatria é a especialidade que cuida da vida mental da população. Esta categoria da medicina lida com transtornos mentais e diversas outras condições que afetam a psique.

A mente humana é muito complexa, tão complexa quanto o próprio organismo físico. É uma das áreas que também avançam com constância na medicina. Além das patologias, o psiquiatra lida com dependências em substâncias químicas.

Quais as especialidades médicas mais bem remuneradas?

especialidades-medicas-areas-imagem-01-Endocommerce

Toda especialidade médica deve ser respeitada e tratada com a devida importância. Porém, como em todas as profissões, há diferenças de remuneração entre cada uma delas. As mais bem remuneradas são:

  • Neurocirurgião: R$ 13.000,00;
  • Cirurgião plástico: R$ 8.300,00;
  • Cirurgião geral: R$ 7.800,00;
  • Ortopedista: R$ 6.000,00;
  • Mastologista: R$ 5.000,00.

Essas são as modalidades da área da saúde que mais pagam no Brasil. Claro, há variações de salário normais na área e até mesmo a depender do local de atuação do médico.

Especialidades médicas mais procuradas e com alta demanda

Especialidades médicas também variam em demanda, aquelas que são mais procuradas pela população. As quais são:

  • Oftalmologista;
  • Cardiologista;
  • Ortopedista;
  • Anestesiologia;
  • Ginecologista;
  • Cirurgia geral.

Essas não são necessariamente as classes mais bem remuneradas, mas são sem dúvidas as mais procuradas pela população.

Qual a diferença entre especialistas e clínicos gerais?

O clínico geral é como é chamado o médico que fez residência em clínica geral, porém não seguiu com nenhuma especialização. Esses médicos são essenciais e tratam a maioria das patologias clínicas, indispensáveis para realizar um pré-diagnóstico ou mesmo para direcionar o paciente a um especialista.

Como um médico pode se tornar especialista em uma determinada área?

O caminho para a especialização definitivamente se encontra na pós-graduação. Após completar o seu curso de medicina, o médico se matricula em um curso direcionado a uma especialidade.

Essa especialização é uma matrícula oferecida assim que o estudante de medicina concluí seu curso. Mas claro, é limitado ao local, já que nem toda faculdade oferece todas as especialidades.

O que é residência médica?

Enquanto o médico está realizando sua especialização, ele deve realizar uma residência. A residência é um período onde o médico atua supervisionado por um profissional formado.

Comparando com qualquer outra profissão, a residência funciona como um estágio. Terminada a residência — que dura 2 anos, normalmente — o médico se torna um profissional especialista.

Médicos de especialidades específicas: principais responsabilidades

Entre as especialidades médicas mais específicas e exóticas, podemos citar a especialidade em genética médica. A genética médica é uma área da medicina nova, se considerarmos as outras categorias.

Ela lida com o gerenciamento e edição genética. Outras especialidades específicas são de cirurgias únicas como cirurgia na mão, torácica, entre outras.

Qual é a formação e treinamento de um médico especialista?

O médico especialista deve ser formado em medicina, mas também deve passar pela etapa de especialização. Como comentamos, a especialização depende também da residência, um tempo onde o profissional atua em hospitais enquanto é supervisionado.

A residência demora cerca de 2 anos, mas pode ser maior dependendo da especialidade. Terminada ela, o médico está pronto para exercer as atividades como especialista.

Quais as especialidades médicas voltadas para a saúde da mulher?

Existem algumas especialidades médicas que atendem a saúde da mulher. Podemos citar como as principais:

  • Ginecologista: cuida da saúde da vagina, útero, ovários e trompas;
  • Mastologista: cuida da saúde das glândulas mamárias;
  • Endocrinologista: cuida da saúde hormonal.

Essas são áreas da saúde que cuidam especificamente da saúde da mulher e são profissionais frequentemente procurados pelo público feminino.

O que faz um oftalmologista?

Oftalmologista é uma das especialidades médicas mais procuradas e com maior demanda. A área de atuação do oftalmologista é a visão e a saúde ocular do paciente.

São os oftalmos que prescrevem os óculos, por exemplo, e também verificam se os mesmos estão em boas condições de uso.

Especialidades médicas cirúrgicas: o que são?

Existe uma especialidade médica chamada de especialização em cirurgia geral. Nela o médico aprende a utilizar os instrumentos cirúrgicos mais básicos e realizar atendimentos ambulatoriais e plantões em emergências. Mas além desta especialidade, há subespecialidades para cirurgias específicas como:

  • Neurocirurgia;
  • Cirurgia do aparelho digestivo;
  • Cirurgia na mão;
  • Cirurgia do pescoço e cabeça;
  • Cirurgia vascular;
  • Cirurgia plástica.

Vale ressaltar que algumas dessas também servem como subespecialidades de outros ramos da medicina.

Quais as especialidades médicas que tratam de problemas de ouvido, nariz e garganta?

A área médica que trata do ouvido, nariz e garganta é a especialidade chamada de otorrinolaringologista.

O otorrinolaringologista realiza a análise de todas essas áreas, realiza seu diagnóstico, tratamento e até mesmo intervenções cirúrgicas nesses locais.

Especialidade médica destinada a cuidar de problemas respiratórios: qual é?

Já para os problemas respiratórios a especialidade médica dedicada é a dos pneumologistas.

O pneumologista trata do pulmão, brônquios, traqueia e outras áreas que quando afetadas acabam por impactar em nossa respiração.

O que faz um dermatologista?

O dermatologista é responsável por tratar da derme, ou seja, da pele. Este que é o maior órgão do corpo humano e exige diversos cuidados.

Só o médico dermatologista está habilitado para analisar a situação da nossa pele, fazer o diagnóstico correto e administrar o tratamento adequado.

O que é a geriatria?

O médico geriatra é como o médico pediatra. Sua especialização não abarca uma área do corpo, mas sim um período do desenvolvimento humano, que no caso é a saúde dos idosos.

É da sua responsabilidade cuidar dos idosos, orientar as famílias a lidarem com as necessidades do idoso e tratar das patologias mais comuns dessa fase da vida.

Qual a importância da geriatria?

O geriatra é fundamental na vida do idoso. Uma pessoa idosa necessita de cuidados especiais que devem ser administrados por um profissional da saúde adequado.

Sem a geriatria, o idoso está correndo uma série de riscos por não ter um profissional que identifique os sinais de doenças como demência e outras que afetam a idade.

Para que serve a especialidade de ortopedia?

O médico ortopedista é responsável por cuidar da saúde dos ossos, músculos, articulações e também ligamentos. É uma especialidade essencial.

Muitos resumem a ortopedia como a disciplina que cuida do sistema motor do corpo humano, responsável pela sua locomoção.

Radiologia: o que é?

A radiologia é a especialidade médica utilizada para identificar doenças por meio do uso de imagens de Raio-X. É uma área essencial para os diagnósticos.

É necessário não confundir com o técnico em radiologia, o qual é o colaborador que realiza o exame com a máquina nos pacientes.

Qual a importância de se ter uma equipe médica multidisciplinar com especialistas em várias áreas da medicina?

Para um hospital moderno, por exemplo, quanto mais especialistas em diversas áreas estiverem atuando, melhor. Assim o tratamento, diagnóstico e atendimento fluem com muito mais facilidade.

Uma equipe de especialistas consegue trocar informações de modo rápido, olhar o paciente para então dar seu diagnóstico e entrar com o tratamento com velocidade e agilidade.

Como as especialidades médicas podem ajudar a reduzir os custos de saúde?

As especialidades médicas são essenciais para que se haja praticidade em tratar os pacientes. É muito mais fácil com uma equipe de médicos especialistas lidar com um paciente cujos sintomas são ambíguos e difíceis de se analisar.

Essa é uma vantagem incrível em ter uma equipe de especialistas aplicada em seu hospital, além da referência que o local se tornará e da atenção que sem dúvidas irá receber.

As especialidades médicas denotam a abrangência e tamanho da medicina. Evidenciam o quão necessária, relevante e profunda é a profissão e seus profissionais, e conhecê-las é essencial para saber quem procurar quando a necessidade chama.

Endocommerce

Endocommerce

Compartilhe esse material:
Está com alguma dúvida?
Entre em contato conosco!

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Postagens recentes

Postagens relacionadas